segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Património




Quando se deixa perder a memória histórica, condenamos as gerações futuras à perda das suas raizes.


Vejam e digam se não temoss culpa do seu despreso, quase inato, pela História do seu país.

Os casos de desleixo são demais.

São palacetes e hoteis históricos, casas antigas arrastadas por estradas desviadas que se abatem, unidades industriais açucareia únicas, engenhos, pontes, capelas....
Enquanto não respeitarmos o velho, Meu Portugal, continuas um país adiado.

2 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Partilho com vc, querido, o que me foi ofertado!

*EU AMO TUDO O QUE FOI
Fernando Pessoa

Eu amo tudo o que foi,
Tudo o que já não é,
A dor que já me não dói,
A antiga e errônea fé,
O ontem que dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.*


Beijos*******

Sandra disse...

Nosso Patrimonio é a nossa história.

Aqui também tem esses problemas.
Um grande abraço.
Sandra