sábado, 26 de junho de 2010

SER PESSOA

A Sr.ª Ministra da saúde chamou à atenção dos médicos para não receitarem medicamentos muito caros aos utentes, dizendo para terem em atenção não apenas o doente, mas a pessoa e a sua condição material. Muito bem! é lúcida a sua posição.
Era tão bom que o ministro das Finanças tivesse a mesma percepção. O contribuinte não é apenasúm número, é, antes de tudo, uma pessoa.
Muitas vezes não se percebe quem individou o país. Foi quem nos governou, ou foi o povinho que só tem uma conta para depositar o magro ordenado?!
Ser pessoa é fundamental, ainda mais, em tempo de crise!
Poder dizer NÃO é base duma sociedade aberta e pronta para vencer os desafios.
Se até os animais se podem recusar a obedecer, por maioria de razão, os seres pensantes têm de ser capazes de resistir.
Temos de ser "a candeia dentro da própria desgraça".

3 comentários:

Nobita disse...

Concordo,mas nem sempre é fácil saber quem pode e não pode pagar. Não me parece que os médicos tenham essa sensibilidade social, pelo menos a maioria.

Pérola disse...

Amado,isso ñ acontece só aí e sim por todo o mundo infelizmente,essa epidemia de incompreensão e falta de respeito brotou de uma tal forma q já virou lactobacilos vivos.A voz do povo já ñ é mais a voz de Deus,isso só funciona na nossa imaginação e fantasia q já está pra lá de ultrapassada.
Agir é um ato que amedronta,vc nunca sabe se o próximo alvo é vc.O comum é se defender como pode e dane-se quem realmente precisa.
É o descaso tomando conta do espaço dos menos favorecidos.
Vc sumiu!!!Já estava com saudades de ti mocinho.
Beijokas.

Pérola disse...

Obrigado amado pela visita.
Ñ some ñ tá.
Beijokas.